Prado

Dia 3

Esse dia ficamos em Prado mesmo e pegamos praia na Praia Novo Prado.

A praia tem estrutura de restaurantes e uma longa faixa de areia. Passamos uma tarde bem gostosa lá.

A praia estava bem tranquila e fizemos até umas fotos mais bacanas por lá!

De noite fomos para o point de Prado, o Beco das Garrafas!

Andamos por lá e escolhemos um restaurante bacana para jantar.

E fomos pras cabeças! Pedimos um Camarão na Moranga para 4 pessoas! Hahaha!

A Tati come muito pouco, então minha missão era comer por 3 pessoas e meia! Hahahaha!!!!!

A missão foi árdua! Eu comi em um nível digno de programa de TV – Man X Food, versão Prado! Hahaha!

Bom, fiz o que podia, mas ainda sobrou um restinho. Sobrou bem pouco, mas foi realmente muita comida!

Eu tenho um bom histórico de suor de carne, mas hoje foi dia de suor de camarão!!!! Cheguei de volta à pousada molhado de suor e sem conseguir me mexer direito!!!

E foi isso, preciso me recuperar dessa orgia!

Dia 4

Esse dia era da visita ao Parque Nacional do Descobrimento, que fica em Prado.

Lá a visita é guiada e eu fiz a reserva com alguma antecedência com o pessoal. Foi bem tranquilo.

O parque estava deserto. Nós éramos os únicos visitantes do dia. Tudo bem que era época de pandemia e isso obviamente diminuiu muito as visitas, mas mesmo assim, o parque é muito pouco visitado em tempos normais. Não dá para entender…

Fora do Brasil, qualquer pracinha arrumadinha ganha divulgação e recebe um monte de visitantes. Aqui, esses locais são esquecidos, mesmo sendo tão bacanas.

O parque não tem uma estrutura boa, consequência óbvia de qualquer administração pública nesse país. Nem banheiro para visitantes tem. Tivemos que usar o banheiro dos funcionários.

Já as pessoas foram ótimas! Desde a reserva da data até depois da visita que ainda tive contato com eles. Todos muito simpáticos e prontos para nos ajudar.

Nosso guia foi o Márcio e adoramos ele! Foi muito legal ter feito o passeio com ele!

Fomos com meu carro parando nas atrações do parque.

Primeiro paramos na linda Gameleira e ficamos lá um tempo contemplando aquela linda obra da natureza!

Depois paramos na torre de observação de incêndios do parque, onde um elevador (que está quebrado) leva o pessoal da brigada de incêndio para um observatório bem alto onde se tem uma ótima visão do parque e de eventuais focos de incêndio.

De lá fomos para um mirante e ficamos curtindo um pouco aquele verde sem fim!

Iraúna de Bico Branco – Cacicus solitarius

Em seguida fomos para o lago que fica logo abaixo do mirante. O lugar é bonito e ficamos um tempinho por lá, aproveitando para tomar um lanche.

A partir de lá saí para andar um pouco pelo parque e tirar umas fotos.

Ariramba de Cauda Ruiva – Galbula ruficauda

Saímos para mais um trecho de carro onde também aproveitamos para descer um pouco e caminhar pela região.

Depois voltamos para o lago e ficamos por lá.

Voltamos então para a entrada do parque para a última trilha do passeio, a Trilha do Macaco.

No final ainda batemos um papo com o Marcio sobre o parque e ele nos contou a história dele como guia. Eu vou postar isso lá no meu YouTube em breve!

Eu ainda fiquei ali na região da entrada do parque tirando umas fotos de aves antes de ir embora. Até que rendeu algumas fotos!

Coleirinho – Sporophila caerulescens
Figuinha de Rabo Castanho – Conirostrum speciosum

E foi isso, fomos embora com a vontade de voltar em breve para explorar mais esse lindo parque!

Praia de Guaratiba – Prado

Como ainda tínhamos algumas horas de sol, fomos para a Praia de Guaratiba, no sul de Prado.

A praia é bonita e bem grande!

Eu cheguei pela entrada principal, que não fica dentro dos condomínios de lá, que são predominantes por ali.

Paramos no restaurante/barraca logo na entrada da praia para pedir algo para comer. O lugar já estava perto da hora de fechar e o cara era muito chucro. Eu quase tive que pedir desculpar por querer gastar meu dinheiro com ele! Inacreditável!

Aí como não tinha muita opção, fomos procurar outro lugar e recebemos a indicação que dentro dos condomínios havia restaurantes abertos na beira da praia.

Encontramos um lugar bem bonito e apesar do horário conseguimos comer e fomos bem atendidos.

De bônus estava rolando um Rock N’ Roll dos bons no som! Eu não gosto de música na praia, mas um bom Rock não tem como reclamar!

O peixinho estava ótimo!

Depois de comer fomos tirar umas fotos porque a luz já estava ficando ótima!

E assim encerramos o dia. De noite voltamos para o centrinho para jantar e passear um pouco.

Não foi das melhores experiências porque paramos em um barzinho fora do Beco das Garrafas, bem na praça principal da cidade.

A galera da cidade leva suas caixas de som para os bares e liga na maior das alturas, independente se outras caixas já estão ligadas e os carros na frente já estejam com seus porta-malas abertos com som no último volume.

Quando percebi estava no meio de um inferno sonoro e pedi para o pessoal do bar embalar para viagem minhas coisas e fomos embora o mais rápido possível.

Comi no hotel e já logo capotei!

Continua – Cumuruxatiba: https://profissaoviageiro.com/2021/10/02/cumuruxatiba/

Uma resposta em “Prado

  1. Pingback: Caravelas (Abrolhos) | Profissão Viageiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s