Boituva em 2 atos – Ato 1

Boituva em 2 atos

 

Boituva é uma cidade conhecida por suas opções radicais aqui perto de São Paulo, na região de Sorocaba.

 

Fui para lá duas vezes experimentar um pouco da adrenalina que eles têm para oferecer.

 

Valeu muito!

 

 

1º ato – A queda

 

Um belo dia no staff da empresa de consultoria que trabalhava, o Robinson (Roy / Fera), meu amigo agora mundialmente famoso por conta do Blog Casei Mudei, vira para meu lado e pergunta: Vamos pular de Paraquedas???

 

Eu achei meio estranho aquela pergunta do nada assim, logo de manhã… Achei que ele não tinha tomado café da manhã direito e estava com alguma falta de vitamina na cabeça… Sei lá…

Mas já logo topei.

Ele imediatamente passou a mão no telefone e ligou para uma empresa de lá, fez algumas perguntas, e já reservou para nós pularmos no final de semana.

 

Em menos de 5 minutos eu tinha um pulo de paraquedas agendado!!!! Não coube muita discussão sobre o assunto!!!!

 

Ainda era começo da semana, então aquilo não me afetou muito… Contei para as pessoas, dei umas risadas, mas nada de mais.

 

Quando chegou Sexta de noite, aí eu já comecei a sentir um pouco da pressão!!! Estava na casa de uns amigos e começamos a conversar sobre o assunto e eu já senti um pouco de medo… Mas fingi que estava tudo sob controle!!!   😉

 

Chega então o Sábado… Dormi muito mal, mas cedinho levantei, peguei o Roy e partimos para Boituva.

 

Chegamos cedo, tinha pouca gente lá ainda. Um dia bem nublado.

DSC04572 DSC04573 DSC04574 DSC04575 DSC04578 DSC04580 DSC04582 DSC04583 DSC04586 DSC04587 DSC04588     DSC04599  DSC04604

 

Fomos então para a parte burocrática… Pagamos, solicitamos o serviço de fotos e filmagem e assinamos o termo de responsabilidade que era algo como:

“Você quem quis pular de um avião, provavelmente você vai morrer e nós não temos nada com isso.”

Estou de acordo!!!!

 

 

Aí recebemos um briefing sobre o que iria rolar e o que deveríamos e principalmente não deveríamos fazer.

 

Vestimos nossas roupas e uns minutos depois nos chamaram para embarcar.

 

DSC04590

DSC04591

DSC04592

DSC04593

IMG_1563

Já com aquele sorriso amarelo fomos para o monomotor que nos levaria aos 12.000 pés de onde pularíamos daquele avião, torcendo pelo melhor.

 

O piloto deveria ter uns 18 anos! O avião não tem nada na parte de trás. Sentamos no chão e tentamos aproveitar o passeio!!

 

É muito louco entrar em um avião e pensar que você não volta para o chão nele!

 

Perguntamos para os caras se alguém já tinha amarelado dentro do avião e eles falaram que é muito raro. Quase ninguém eles disseram.

Sem contar que falaram que voltar dentro do avião não é uma boa ideia, pois o piloto não desce igual um piloto de voo comercial… Os caras falaram que é insano o que o cara joga o avião para baixo. Agora imagina isso sentado no chão do aviãozinho sem ter muito onde segurar!

IMG_1564

IMG_1566

IMG_2602

 

 

E então que um pequeno alarme e uma luz piscando indicam que estamos na altitude do salto…

Desse momento até eu pular daquele avião não se vai nem um minuto.

É abrir a porta do avião, ir para a beirada e pular… Assim…

IMG_2604

IMG_2605

IMG_2606

 

 

Eu fui primeiro… O fotografo já se posiciona do lado de fora, nós chegamos na porta e só deu tempo de dar uma olhadinha pra baixo e o cara já pulou!

IMG_1567IMG_1568IMG_2611IMG_1569IMG_2612IMG_1570

IMG_2613

IMG_2614

IMG_2616

IMG_2617

IMG_2618

IMG_2621

IMG_2622

IMG_2623

 

 

Aí, o negócio é relaxar e curtir a viagem!!!!

 

IMG_2624

IMG_2627

IMG_2629

IMG_2630

IMG_2632

IMG_2634

IMG_2638

IMG_2641

IMG_2644

IMG_2647

IMG_2648

IMG_2651

IMG_2654

IMG_2656

 

IMG_2660

IMG_2661

IMG_2662

IMG_2663

IMG_2664

 

IMG_2666

IMG_2667

IMG_2668

 

IMG_2670

IMG_2671

IMG_2672

IMG_2673

IMG_2676

IMG_2680

IMG_2681

IMG_2683

IMG_2685

IMG_2686

 

 

 

 

É muito louco!!!! Uma sensação diferente de tudo. Caindo a 200 Km/h, curtindo o visual, posando para fotos, passando pelo meio das nuvens… Bom demais!!!

 

IMG_2687

IMG_2688

IMG_2689

IMG_2690

IMG_2691

 

 

Depois que o paraquedas abre é legal que se pode curtir tudo com mais calma, naquele silêncio… Estava com um pouco de medo ainda, mas consegui curtir bem!

 

IMG_2692

IMG_2693

IMG_2696

IMG_2697

IMG_2698

IMG_2699

IMG_2700

IMG_2702

 

Quando pousamos estava meio pálido, mas com uma sensação muito boa.

 

O Fera também curtiu muito o pulo!

IMG_1572 IMG_1573 IMG_1575 IMG_1576 IMG_1595 IMG_1675

 

 

 

Realmente é um negócio único… Muita adrenalina!!! É único!

Certamente ainda vou repetir… Não sei quando ainda, mas ainda vou… Em algum lugar com visual diferente, sei lá. Mas vale muito a pena!!!!!

 

Valeu!!!!!!!!!!

IMG_2674

Advertisements

Boituva em 2 atos – Ato 2

2º ato – O ar quente

 

A outra grande atração da cidade é o Balonismo. É aquele tipo de coisa que a gente vê na TV, acha lindo, mas fica esperando quem sabe um dia estar em um lugar como a Capadócia para quem sabe decidir fazer.

Claro que por lá deve ser mais bacana que em Boituva, mas é uma experiência muito legal, independente de onde seja.

 

Eu ganhei meu voo de presente da Bárbara! Esse sim foi um presente bacana!!!!!

Só foi um pouco difícil fazer o voo… Tentamos umas 4 vezes marcar e o voo não rolava por conta das condições climáticas.

Até que uma vez confirmaram o voo e lá fomos nós para Boituva. Acorda 4 da manhã e pega o carro ainda meio zumbi para lá.

Chegamos e ainda estava escuro. Tomamos um café da manhã de café e bolachas e fomos para o local da decolagem para ver a preparação dos balões.

 

 

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

DSC_0891

????????????????????????????????????

 

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

 

No final das contas essa foi para mim a melhor parte do passeio. Explico logo mais.

 

São várias operadoras que começam a encher seus balões em um grande campo aberto… Aí mistura aquelas cores, com as rajadas de fogo dos maçaricos, com o sol nascendo… Realmente muito legal.

Junta com isso aquele fiozinho de adrenalina que já chega ao pensar que em alguns minutos eu ia voar em uma cesta de palha!

 

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

 

Bom, o balão enche, todo mundo se pirulita para cima da cesta e o balão começa a subir! Outro momento bem legal, olhar os outros balões subindo bem pertinho do nosso… Ver a cidade lá de cima… Muito legal!!!

 

 

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

 

 

Mas……………….. Como o tempo não estava bom, o cara do balão vai descendo, e descendo, e descendo……..

Quando vimos, estávamos voando a uns 2 metros do chão, se muito. Achei que alguém ia descer por ali e a gente ia continuar a viagem!    :-p

 

Foi péssimo! Voamos alto por menos de 5 minutos e todo o resto do passeio foi rente ao chão… Tipo, para isso eu não preciso pagar um balão para fazer… Vou na caçamba de uma camionete que é até mais divertido.

 

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

O pessoal reclamou com o cara, mas ele disse que era por conta das condições do tempo e tal…

Nossa, foi muito chato… Muito mesmo… Eu e a Bárbara estávamos até ficando meio mal humorados com a situação. Já não via a hora do Balão pousar de vez para irmos embora para casa.

Teve uma hora que ele chegou a bater a cesta no chão no meio de uma plantação de cana de açúcar, a gente só se protegendo das folhas, e o cara arrebentando a plantação de alguém.

 

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

 

Para fazer essa patifaria, era melhor não ter voado.

 

????????????????????????????????????

 

 

 

 

 

Bom, aterrissamos sem grandes problemas, ganhamos uma taça de um espumante bem doce e o transporte dos caras nos levou de volta. Aí tomamos um café da manhã mais reforçado e pegamos nosso caminho de volta para São Paulo.

 

 

????????????????????????????????????

Rio de Janeiro

Fui passar um final de semana prolongado no Rio com uma turma do escritório de arquitetura que minha ex-mulher trabalha.

O pessoal é muito gente boa e, claro, incluíram algumas visitas arquitetônicas no passeio, que foi bem legal para ir um pouco além do tradicional!

 

E assim foi:

 

Saímos de SP de carro na Quinta Feira depois do trabalho e paramos para dormir em Barra Mansa. Estávamos com um certo receio de chegar no Rio de madrugada, meio perdidos.

001 - Barra Mansa

 

Na Sexta, logo que chegamos fomos direto visitar o Museu de Arte Contemporânea – MAC em Niterói, projetado por Oscar Niemeyer

004 - Chegando ao Museu 005 - Museu de Arte Contemporânea ??????????????????????????????? 009 - imagem 014 010 - imagem 015 ??????????????????????????????? ???????????????????????????????

Muitos ângulos!

017 - imagem 024 018 - imagem 025

É uma obra muito bacana e uma visita que vale a pena, independente do que está em exposição no momento.

 

022 - imagem 030 023 - imagem 031 024 - imagem 032 ???????????????????????????????

E mais ângulos027 - imagem 035 028 - imagem 036

No final da tarde fomos passear na orla de Ipanema e Leblon. Depois fomos comer no Bar Garota de Ipanema, afinal de contas, somos turistões ou o quê?!?!?!

030 - imagem 038 033 - A Verdadeira Garota de Ipanema

Apesar da foto horrível, essa é a Lua laranja!???????????????????????????????

 

No Sábado acordamos cedo e já logo fomos para a praia aproveitar um pouco, mas ficamos pouco, pois iriamos visitar o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar.

Partimos para o Cristo Redentor de carro e é sempre um stress esse negócio de estacionar lá no Rio… Não tinha muito como escapar dos flanelinhas. Um saco….

 

046 - imagem 026

 

Outra coisa que não é muito bacana são os preços que eles cobram tanto no Cristo Redentor quanto no Pão de Açúcar… Pagamos preços de gringos sem dó.

048 - Felipe e o Cristo Redentor 049 - imagem 043 050 - imagem 052

Bom, subimos no Cristo!

Fomos de carro até onde tinha como ir, mas tem a opção de subir de bonde, que deve ser divertido!

A vista é linda lá de cima e é bacana estar lá! É uma das imagens mais conhecidas do mundo e por alguns minutos fazemos pare dela!

???????????????????????????????

055 - Felipe e o Rio  060 - imagem 059 061 - imagem 060 062 - imagem 061 063 - Cristo ??????????????????????????????? 073 - imagem 070 076 - imagem 073

 

De lá fomos para o Pão de Açúcar.

Tinha bastante gente lá para pegar o bondinho, mas até que foi relativamente rápido.

077 - Pão de Açúcar 079 - imagem 076 083 - imagem 079 084 - imagem 080 ??????????????????????????????? 086 - Aeroporto 087 - DSC05222 089 - imagem 084 091 - imagem 086 093 - imagem 088

Ficamos lá até o pôr do sol curtindo o visual.

096 - imagem 091 ???????????????????????????????  106 - imagem 098

O tempo deu uma fechada feia do nada!098 - imagem 093

De noite fomos jantar em Copacabana na beira da praia

???????????????????????????????

 

No Domingo fomos conhecer a Casa de Canoas, que Oscar Niemeyer projetou em 1951 para morar lá.

Não tinha quase ninguém visitando a casa. Ficamos só nós lá praticamente o tempo inteiro.

Pela casa diversas esculturas de corpos de mulheres… Ele pelo visto era bem chegado na fruta!

108 - imagem 100 109 - imagem 101

111 - imagem 103

 

Como era ele, era apenas chamado de mulherengo e apreciador das curvas da mulher, se fosse eu com um negócio desse em casa, era um depravado dos infernos!!!!!! Hahahaha!!!!!!

???????????????????????????????

Eu imagino que o Oscarzão deve ter feito uma bagunça danada naquela casa!!!!

A casa foi fechada posteriormente para visitação e não tinha prazo para reabertura.

 

De lá fomos pegar uma praia na Barra da Tijuca.

114 - imagem 104

 

E então, tomamos nosso rumo de volta para São Paulo!

Valeu o final de semana!!!

082 - imagem 078

Chapada dos Veadeiros

Vou começar com os posts de viagens pelo fim. Essa foi a última viagem que fiz antes de começar o blog.

Fui para a Chapada dos Veadeiros. Estive lá para o feriado do dia 15 de Novembro. Fui com minha ex mulher e um casal de amigos.

Em Novembro a época de chuvas já começou, e por aqueles lados não tem conversa, é chuva mesmo!

Ela atrapalhou um pouco meus planos, pois não saíamos cedo quando estava chovendo, mas não foi nada demais,

Tem um pessoal que eu estava conversando pelo site do Mochileiros que foi para lá nessa mesma época que saía com chuva e tudo pelo que falaram… Colocavam capa e pé na trilha. Nós preferimos sair depois da chuva nos 2 dias que amanheceram chovendo.

Choveu muito menos do que a previsão estava anunciando, então não se assustem se a previsão quando forem para lá estiver muito feia.

Dia 14/11/2012

Chegamos em Brasília umas 7 da noite. Nossos amigos já haviam chegado uma meia hora antes de nós e agilizaram o aluguel do carro.

Alugamos um carro na Avis e não foi uma boa experiência, mas depois eu conto com calma.

Nesse dia fomos tranquilos para Alto Paraíso de Goiás. Eu levei meu GPS aqui de São Paulo e a estrada nunca estava onde o carro estava! Mas pelo menos ajudou dando uma referência.

A estrada é razoavelmente boa e só piora perto de Alto Paraíso.

Imagem

Imagem

Dia 15/11/2012

Acordamos cedo e estava caindo uma bela chuva. Tomamos café e a chuva não dava nem sinal que iria melhorar.

Tomamos então a decisão mais óbvia para um grupo de sedentários… Fomos dormir!!!

Acordamos já era mais de meio dia e a chuva havia parado. Então saímos para conhecer a Cachoeira do Abismo.

No caminho paramos em São Jorge para almoçar no Restaurante da Nenzinha. Estava boa a comida!

Imagem

Então fomos para a cachoeira. Como já era tarde, não fomos até a Janela para não correr o risco de escurecer antes de voltarmos para o carro, que devido a condição da estrada, não chegou nem na entrada da propriedade onde fica a cachoeira.

Pagamos R$ 10 por cabeça para entrar e fizemos uma trilha tranquila até chegarmos lá.

É um lugar muito bonito! A cachoeira tem o poço escuro, mas não com aspecto de sujo. Mesmo depois da chuvarada a água estava bem bonita.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Lá encontramos um casal um pouco mais velho que disse que já tinha ido a umas 3 cachoeiras aquele dia e a única que não estava turva e agitada por causa da chuva era a do Abismo. Demos sorte então!

Eles também nos falaram de um restaurante chamado Jambalaya que tinham gostado muito, com luz de velas, vinhos…

Quando saímos ainda paramos em uma antena de celulares para tirar umas fotos e depois em São Jorge, para um merecido Açaí

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Bom, nessa noite fomos conhecer o Restaurante Jambalaya. Muito bacana e muito gostoso.

Me pareceu um restaurante que era frequentado pelo pessoal de Brasília que tem casa lá. Não era muito o estilo mochileiros e nem dos caras que vão encontrar os ETs!

Comemos um Filet Mignon espetacular… O meu tinha Queijo Rockford por cima e o das meninas Calda de Jabuticaba. Show!

Comemos bem, tomamos um vinho e fomos dormir bem felizes!!!!

Imagem

Imagem

Dia 16/11/2012

Esse dia amanheceu encoberto, mas logo já abriu o tempo. Então levantamos, tomamos café e pé na estrada para conhecer a Cachoeira Santa Bárbara.

Para chegar lá não é nada fácil. O caminho é bem complicado e tem que meter o carro dentro de rio diversas vezes… Algumas até que não sei como passamos!!! Nesse dia agradeci muito que o carro não era meu!!!!

Para chegar lá são 90 km de Alto Paraíso até Cavalcante e mais uns 30 Km até a cachoeira por essa estrada de terra que vou falar… Destruiu bem o carro.

No caminho fizemos algumas paradas para curtir o visual. É um caminho bonito até chegar em Cavalcante. Tentamos também achar o tal do túnel para Machu Picchu, mas não foi dessa vez…

Imagem

Imagem

Imagem

Já mais perto da entrada da cachoeira se passa por um local onde o pessoal cobra a entrada da cachoeira e te diz que é obrigatório seguir com um guia… Eu não queria seguir com guia, pois já tinha ouvido muita gente falar que lá não é obrigatório, mas como tinha outras 4 pessoas lá para dividir conosco, acabei topando logo.

Fomos então a caminho da cachoeira… Em um dos rios que temos que cruzar de carro, a água chegou a subir pelo para-brisa do carro até o teto e então se fez uma linda cachoeira dentro do nosso carro, do lado do banco do passageiro. Juro, não sei como passamos… Tinha areia desse rio por todo o teto do carro… E água dele por todo o assoalho!!!

Bom, depois de alguns outros mergulhos menos traumáticos com o carro chegamos ao ponto de parada. Lá descobri que a placa da frente de nosso carro ficou em algum dos mergulhos nos rios. Provavelmente nesse pior. Mas não foi só a nossa… Quase todos os carros que chegaram lá perderam as placas! Nós que fomos em 3 carros, 2 ficaram sem placa.

Imagem

Imagem

Imagem

Depois seguimos a pé até chegar na Santa Bárbara. A caminhada é tranquila até a cachoeira.

 

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Essa cachoeira é maravilhosa!!! A água estava verde e bem limpinha, apesar das chuvas dos dias anteriores… Tudo muito bonito!

Imagem

Imagem

Imagem

080 - Chapada dos Veadeiros

074 - Chapada dos Veadeiros

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Depois de tomarmos banho e ficarmos lá curtindo o visual, saímos para conhecer a Cachoeira Capivara. No caminho de volta depois de passar pelo rio piorzinho, descemos do carro e fomos procurar as placas dentro do rio. E não é que achamos as placas dos 2 carros!!! Elas estavam lá no fundo do rio, meio detonadas, mas estavam lá!!!

Quando começamos a caminhada para descer para a Cachoeira Capivara começou a chover bastante. Descemos até a cachoeira, mas ficamos pouco por lá e já logo subimos. Não tirei nenhuma foto, pois como estava chovendo forte, não tive como pegar minha máquina.

De lá fomos para a Cervejaria Aracê que fica em Cavalcante mesmo. Os donos são um casal de chilenos que vieram para o Brasil para conhecer o neto recém-nascido e por aqui ficaram!

Imagem

O lugar é bacana e a comida bem gostosa!!! Comemos um pouco de tudo do cardápio e claro, tomamos a sua cerveja! Não é a cerveja mais gostosa do mundo, mas tá valendo!!!!

Valeu a visita!!!

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Nessa noite eu e a Débora fomos procurar um lugar para comer alguma coisa antes de deitar. Fomos só nós dois pois a Bárbara teve que fazer algumas coisas de trabalho.

Saímos de carro pela cidade e já paramos no primeiro lugar aberto que encontramos. Eu sentei na expectativa de pedir um belo hambúrguer ou algo do gênero. Quando sentamos, olhei para o lado e vi um quadro… Nesse quadro tinha o desenho de uma vaca, uma galinha, um porco e um peixe, com uma frase em baixo de cada um deles do tipo: “Isso não é uma coxinha, é uma vida”.

Tive certeza naquele momento que não comeria um hambúrguer naquela noite………

Acabamos pedindo uma pizza brotinho de queijo cada um para acabarmos logo com aquilo e irmos dormir. O “legal” é que a pizza foi feita em cima de uma massa integral dura que nem pedra. Eu consegui cortar, mas a Débora não estava conseguindo. Uma hora de tanto fazer força, o garfo escorregou e ela arremessou a pizza na minha direção como se fosse uma tacada de hóquei! Não sei como, mas no reflexo consegui “defender” a tacada dela com um tapa na mesa que segurou a pizza por um fio! Quase que ela jogou o jantar dela no meio da rua!!!!!

Falei para ela: Se não está bom, não precisa jogar nos outros a comida, é só deixar no prato!!!

😉

Encontramos na volta a Bárbara e o Fabrício em uma pizzaria muito bacana na frente da nossa pousada… Eles se deram bem melhor nessa noite!

Dia 17/11/2012

O dia amanheceu bonito! Então não tinha desculpa, iriamos cumprir o planejado, conhecer a Cachoeira do Segredo.

Fomos até São Jorge, na esperança de encontrar algum guia na cidade, mas não rolou. Então fomos até a entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros para pegar um guia lá. De lá fomos para a fazenda onde fica a cachoeira com o guia em nosso carro.

A trilha começa por uma parte aberta, mas depois fecha e não ficamos muito expostos ao Sol, mas mesmo assim me queimei bastante… E para piorar fiquei com a marca da mochila no meu corpo…

De fato a caminhada é pesada… Esse negócio de ficar cruzando o rio pra lá e pra cá é muito legal nas 3 primeiras vezes… Depois aquela água e areia ficam represadas dentro dos tênis e incomodam bastante!!!

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

O lugar é muito bonito. É um passeio bem bacana mesmo!!!

 

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Quando finalmente chegamos à cachoeira, nossa, que visão!!! De repente olhamos para o lado e lá estava aquela cachoeira enorme e linda!!! Muito legal esse momento!

Imagem

Imagem

Imagem

Dos 4 só eu fui até a cachoeira, que tinha que nadar um pouquinho… O pessoal preferiu ficar relaxando e comendo um snack que levamos.

Imagem

Imagem

Após um tempo lá decidimos voltar. Iríamos tentar encontrar o Rancho do Waldomiro aberto. O caminho de volta me destruiu… Meu pé ficou estragado e estava com muita dor… Tive que tirar o tênis e acabei concluindo o caminho de meia… Que cena horrorosa!

 

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Fomos então em direção ao Rancho do Waldomiro. Chegamos lá já estava escurecendo, mas demos sorte e eles ainda estavam abertos. Pedimos a Matula e enquanto esperávamos ficamos provando as cachaças e os licores que eles fabricam lá. Tudo muito bom.

Imagem

Imagem

A Matula é um capítulo a parte. Eu estava com muita fome e quando vi aquele prato achei que não iria comer tudo. Vem muita comida! Claro que estava enganado e comi até o último grão de arroz. Delicioso!

Imagem

Dia 18/11/2012

Nosso último dia foi meio devagar. Estávamos muito cansados da Cachoeira do Segredo e o dia estava bem feio. Começou chovendo bastante e depois melhorou, mas o tempo não abriu.

Fomos para o Vale da Lua. O lugar é bonito, mas por conta da chuva o rio estava muito alto e não pudemos entrar na água. É um lugar bacana, diferente, mas acho que existem passeios mais legais que esse por lá. Não achei um dos principais passeios de lá, mas como estávamos muito cansados, foi bom assim.

 

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem Ahhhhh, nu não pode???????????? 😦

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

152 - Chapada dos Veadeiros

De lá passamos no Rancho do Waldomiro para comprar alguns licores e fomos para a pousada fechar as coisas para voltar para Brasília.

Conseguimos ainda encontrar um cara na rua que nos indicou a oficina do primo que poderia nos atender… Nossa, demos muita sorte! No meio de um Domingo de feriado ainda conseguimos uma oficina! O cara colocou nossa placa de volta e deu uma disfarçada no para-lama que tinha danificado em algum dos mergulhos e buracos da viagem para a Santa Bárbara.

Pé na estrada então de volta para Brasília.

Fora um desentendimento na hora de devolver o carro por conta da falta de treinamento dos atendentes, foi tudo tranquilo na volta e chegamos a São Paulo muito bem!

Em relação a gastos foi até que em conta. Gastamos R$ 1.000,00 por pessoa incluindo tudo, inclusive R$ 500,00 que tivemos que pagar a mais por conta de um amassado no para-choque do carro que não teve jeito de arrumar.

E assim foi! Até a próxima ET!

Imagem