Peru, Bolívia e Chile – Parte 2

17/05/2009 – Dia 2 – Nazca

Acordamos muito cedo e conforme combinado um motorista foi nos buscar para nos levar até a saída do ônibus para Nazca. Fomos de Cruz Del Sur, em um ônibus muito bom. Muito bom mesmo! Nem sei o preço, pois estava no “pacote” que acabei fechando com o cara da agência.

Para entrar no ônibus todos passam por um detector de metal e um cara passa filmando (sim, com uma filmadora) um a um. O ônibus tem internet wi fi, uma sala com um computador, serviço de bordo e ótimas poltronas. Tinha 2 motoristas e o banheiro era só para xixi. Para opção 2 tinha que pedir para encostar e fazer na estrada!!! Não tinha nenhum infeliz com música alta ligada e o DVD só começou a passar depois das 10 da manhã. O ônibus não parou para pegar ou descer passageiro em nenhum lugar fora das oficinas deles. Ficamos bem tranquilos com as mochilas no porta-malas, já que tinha visto muitas histórias de roubo das mochilas. O ônibus também tem alerta de velocidade que quando o motorista passa dos 90 Km/h, toca um apito alto em todo o ônibus. Isso inibe o motorista a ficar acelerando por aquelas estradas. Apesar de ter me acordado umas 2 vezes, achei ótimo aquele negócio!

 

Quando chegamos em Nazca, já tinha um pessoal nos esperando e já logo nos levou até o aeroporto.

 

Fizemos o sobrevôo… Muito legal!!!! Muito mesmo! Eu odeio avião… Aqueles então, faziam parte de muitos dos meus pesadelos! Mas na hora só queria fazer o vôo e ver as figuras!

 

Foi muito bom! A Dé teve que usar aqueles saquinhos da poltrona, mas fora isso, foi tudo bem!!!

“ahora por la izquierda…” E tome saquinho de vomito!!!!!!!!

 

Depois fomos passear na cidade e usar a internet… Não tínhamos pousada lá, então o jeito foi arrumar alguma coisa para passar o tempo até a hora do ônibus.

 

Uma especial atenção para essa foto abaixo… É o teclado da Lan House de lá!!!!!!!

 

No mínimo era de um PC XT.

 

Não fomos ao cemitério que tem lá que o pessoal costuma visitar. Não estava nem um pouco a fim de ver múmias e essas coisas… Já me bastavam as que andam e falam…

Algumas pessoas comentam que não é necessário fazer o vôo, pois dá para ver umas figuras dos mirantes e tal…

Olha só, se alguém vai até Nazca e não faz o sobrevôo, no mínimo perdeu tempo… Para ver 2 ou 3 figuras de cima de um mirante no meio da estrada, é melhor nem ir para lá… Veja as figuras aqui na internet… Bem melhor!

Ir até Nazca para isso…

Fala sério…

.

Na hora marcada, embarcamos para Cuzco no trajeto que mais me assustava. É uma estrada bem complicada e que o motorista tem que ter muita responsabilidade, pois ali errou, já era. Nessa hora achei muito bom estar com uma companhia tão boa… Acaba que passa uma tranquilidade maior, apesar de saber que é só sensação mesmo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s