Nova Zelândia – 4/11

11/03/2015

 

Acordamos bem cedinho para completar nossa viagem e não correr o risco de perder o transporte que havia reservado no Tongariro National Park.

Como iríamos fazer a travessia Tongariro Alpine Crossing, sairíamos de um lugar e chegaríamos em outro. Então ou na ida ou na volta, teríamos que pegar um transporte para nos levar no outro ponto da caminhada.

Escolhemos deixar o carro na saída da travessia e pegar o transporte logo de manhã para o início da travessia. Assim quando chegássemos, já exaustos, iríamos direto para o carro.

Eu consegui deixar reservado com o cara por e-mail, mas tem vaga para quem não reserva e quer pegar na hora. Tem umas 4 empresas que fazem esse transporte lá.

 

No caminho o motorista do ônibus vai explicando as coisas de lá e apesar de ser relativamente seguro, ele deixa bem claro que se alguma atividade vulcânica acontecer, o negócio é correr pela vida!

Eles falam bem sério essa hora!

 

A travessia é pesada… São 20km cheios de subidas e descidas, mudança climática, pisos diferentes… Não é fácil e quem não tem um preparo físico mínimo, não sei se é aconselhável fazer essa trilha.

Não tem absolutamente nada no caminho para vender e as únicas estruturas de apoio são 2 banheiros para todos os 20km.

Já tem que levar toda a água e comida que vai usar nesse dia. São aproximadamente 8 horas de caminhada que o pessoal fala para considerar. Nós fizemos em um pouco menos que isso.

 

 

 

01-dsc_0102

02-dsc_0105

 

Bom, começamos a caminhada… Essa primeira etapa é a mais tranquila… Plana e com um caminho feito pelo pessoal de lá.

03-dsc_0108

04-dsc_0109

05-dsc_0110

06-dsc_0113

 

Vai tudo bem até que se chega a hora de começar a subir naqueles vulcões e montanhas… Tem inclusive uma placa questionando se estamos preparados para continuar!

07-dsc_0114

08-dsc_0115

09-dsc_0116

10-dsc_0118

11-dsc_0119

 

Putz, a partir dali é treta… E vai subindo aquelas montanhas imensas por trilhas estreitas… Que canseira!

12-dsc_0122

13-dsc_0124

 

Aí ainda faço a burrice de deixar minha camiseta cair no caminho… Quando percebo, nós chegamos a cogitar seguir e deixar a camiseta para trás, mas aí um pessoal que estava passando fala que viu minha camiseta um pouco ali para baixo.

14-dsc_0126

 

A Ba que foi buscar, pois ela tem muito mais preparo físico do que eu. Se eu fosse acho que estava lá até hoje!!!

15-dsc_0127

16-dsc_0128

 

E toca nós subindo aquelas montanhas…

17-dsc_0132

18-dsc_0136

19-dsc_0137

20-dsc_0138

21-dsc_0140

22-dsc_0141

23-dsc_0143

24-dsc_0145

25-dsc_0147

26-dsc_0149

27-dsc_0150

 

São diversas formações rochosas e lagoas coloridas que se encontra no caminho.

Eu particularmente gostei muito dessa…

33-img_0145

35-img_0147

 

Bom, mas vamos direto ao ponto…

34-img_0146

32-img_0144

36-dsc_0160

 

Já chegando perto das lagoas com tons de verde e amarelo, tem uma descida bem complicada… Eu tomei um tombo e fiquei com a perna toda ferrada!

28-dsc_0151

29-dsc_0153

30-dsc_0157

31-dsc_0158

37-dsc_0163

38-dsc_0164

39-dsc_0165

40-img_0149

41-dsc_0167

42-dsc_0168

43-dsc_0169

44-dsc_0171

45-dsc_0172

46-dsc_0173

47-dsc_0174

48-dsc_0175

 

Aí paramos um pouco nas lagoas para tirar umas fotos e descansar um pouquinho.

49-dsc_0179

50-dsc_0182

51-dsc_0184

52-dsc_0185

53-dsc_0186

54-dsc_0187

55-dsc_0188

56-dsc_0190

57-dsc_0193

58-dsc_0195

59-dsc_0196

 

Mais para frente passamos por essa lagoa azul, muito bonita também.

Nesse ponto já estávamos em uma altitude bem mais elevada e o frio começou a apertar.

60-dsc_0197

61-dsc_0198

62-dsc_0200

63-dsc_0201

64-64dsc_0202

65-dsc_0206

 

Nessa altura eu já estava bem cansado e cada vez menos tinha pique para tirar fotos! Então tenho poucos registros dessa parte para o final da caminhada.

66-dsc_0211

67-dsc_0214

68-dsc_0221

69-dsc_0223

70-dsc_0227

71-dsc_0228

72-dsc_0229

74-dsc_0230

 

Em um determinado momento da descida, mais para o final da caminhada, o ambiente muda completamente. Já é uma parte mais quente e úmida, e cresce muita vegetação, inclusive árvores altas…

É muito louco essa hora… Você sai de um deserto frio para uma “floresta tropical” em uns 10 minutos de caminhada.

75-img_0150

76-img_0153

 

Fiz um amiguinho no caminho também.

77-img_0158

78-img_0160

 

Bom, seguimos caminhando em uma trilha que parecia que não teria fim… Tinha uns momentos da caminhada que era engraçado… Tem umas placas que faltam 10 km que nunca acabam… A gente andava e quando aparecia uma placa, ainda faltava 10 km!!! Era desesperador!!! Ficou assim por um tempão!!!

79-img_0164

80-img_0166

81-img_0167

 

Bom, já achando que jamais sairia daquela trilha, chegamos ao fim!

Já estava com muita dor nos pés e no joelho. Foi uma sensação ótima conseguir chegar ao fim da trilha.

82-img_0169

83-img_0170

 

O chato é que ainda tínhamos um bom tempinho de viagem até o lugar que passaríamos a noite, em Whanganui, no litoral oeste da ilha norte.

Mas tudo bem, estava cansado, mas ainda tranquilo para dirigir.

 

Saindo do Tongariro National Park acabamos dando carona para um casal de alemães que tinham feito a trilha também.

Fomos conversando bastante com eles e foi uma conversa muito bacana! Falando de coisas da Alemanha e do Brasil… Bem interessante. Claro que o 7 x 1 não ficou de fora da conversa! Mas para minha sorte nós dois estávamos torcendo para a Alemanha! Então a conversa foi mais fácil!!!

 

Deixamos eles em seu destino e depois de um tempo chegamos em Whanganui. Era uma cidade bem arrumadinha, mas não conseguimos aproveitar nada de lá… Estávamos exaustos.

 

Aqui foi uma parada no caminho para repor as energias com um belo prato gorduroso de Fish n’ Ships

84-img_0052a

 

A cidade que ficamos era bonitinha, bem organizada e o camping também era bacana. Mas nesse dia não tinha como sair para conhecer a cidade…

Comemos um negócio e fomos dormir.

85-img_0171

86-img_0174

87-img_0177

89-img_0181

 

 

 

 

Anúncios

Nova Zelândia – 5/11

 

12/03/2015

 

Nesse dia ainda tínhamos uma longa viagem pela frente. Iriamos até Wellington, devolveríamos a campervan, pegaríamos a ferry para fazer a travessia da Ilha Norte para a Ilha Sul, chegando em Picton.

Lá alugaríamos o carro e seguiríamos até Kaiteriteri, na entrada do Abel Tasman National Park, ainda considerando uma parada em Nelson no caminho.

 

Ainda antes de sair recebemos a visita de um amigo que foi dar tchau para nós!

001-img_0053a

003-img_0055a

 

Bom, pé na estrada… Calculei mais ou menos o tempo com alguma folga e lá fomos nós…

 

O problema foi que em Wellington pegamos um trânsito enorme… Eu já estava vendo que perderíamos a balsa…

O pior é que o local de devolução da campervan não era próximo ao embarque da ferry. Foi um sufoco, ainda tendo que parar no posto para abastecer e tudo…

Quando chegamos na Jucy, já joguei tudo para fora do carro, pedi um taxi e nem consegui ver direito se tinha tirado tudo do carro… Foi na sorte!

 

Falei para o taxista que estávamos muito atrasado e ele deu uma aceleradinha para adiantar nosso lado!

Assim que chegamos no balcão de check in da balsa, já chegamos correndo e o cara do balcão já pergunta de longe ainda… “Felipe e Barbara?”, segurando nossos tickets na mão…

Éramos os últimos chegando para embarcar!!! Foi por muita sorte que não perdemos o ferry!

 

Era uma balsa bem grande… Nos andares de baixo ficam os carros, e nos andares mais altos as pessoas.

Tem um monte de coisa lá dentro, inclusive uma sala que passa um filme para quem quiser assistir.

 

Eu preferi dar uma relaxada e tirar umas fotos da travessia, que dura umas 3 horas.

 

004-img_0056a

005-img_0059a

006-img_0060a

007-img_0187

008-img_0191

009-img_0193

010-img_0194

011-img_0199

012-img_0200

Já a Ba……

013-img_0197

 

014-img_0201

 

Quando chegamos em Picton, pagamos o nosso carro velhinho (que era mais barato) e já saímos.

Picton é uma cidade pequena e bonitinha!

 

 

Nossa primeira parada foi em uma das diversas vinícolas que existem naquela região. Era um lugar muito bonito e com degustação de queijos.

015-img_0202

016-img_0203

017-img_0204

019-img_0207

020-img_0208

021-img_0209

022-img_0211

023-img_0212

024-img_0213

025-img_0215

 

Depois paramos já em Nelson para comer e conhecer um pouco a cidade.

 

026-img_0063a

027-img_0065a

028-img_0068a

029-img_0069a

030-img_0070a

 

Fomos então para Kaiteriteri, onde ficaríamos em um camping também, só que dessa vez em um pequeno chalé.

031-img_0072a

032-img_0074a

033-dsc_0231

 

Kaiteriteri é um dos lugares onde o pessoal fica hospedado para entrar no Abel Tasman National Park.

Nosso camping era grande e bem localizado. Uma praia bem bonita na frente!

034-dsc_0235

035-dsc_0241

 

Logo que chegamos já saímos para dar uma volta, mas já era o final do dia e acabamos não ficando muito passeando.

036-dsc_0242

037-dsc_0243

038-dsc_0246

039-dsc_0247

040-dsc_0249

041-dsc_0250

042-dsc_0251

043-dsc_0253

044-img_0075a

 

13/03/2015

 

Nesse dia acordamos cedo, comemos alguma coisinha rápida que compramos em um mercadinho do lado do camping.

Dei uma passada rápida na praia para acompanhar o nascer do sol.

045-img_0217

045-img_0218

045-img_0220

045-img_0220

 

Antes de sair ainda ficamos brincando um pouco com os patos que moram lá!

045-img_0221

 

Fomos então em direção ao Abel Tasman Park. Lá fizemos uma rápida pesquisa entre as empresas que ofereciam passeios de caiaque e acabamos fechando com um cara bem bacana.

Eles oferecem alguns tipos de passeios, que podem durar até alguns dias. Tem até a opção de ir até o fim do parque de caiaque e voltar a pé.

O parque possui inúmeras praias e cada uma delas tem um espaço delimitado para acampar, com um limite de barracas por praia.

O nosso era só um passeio de 1 dia. Saímos de manhã e voltamos de tarde.

 

045-img_0223

046-img_0224

047-img_0225

048-img_0226

049-img_0227

 

Eu sei que esse passeio foi sensacional! Curtimos de mais o Abel Tasman… Foi um dos lugares que falamos que gostaríamos de voltar um dia para aproveitar mais… Que lugar!!!!

050-img_0228

 

Fomos remando por lá, parando nas praias que achávamos mais bonitas, mas mesmo assim tivemos que escolher muito, pois todas as praias eram lindas e não tínhamos tempo para parar em todas.

051-img_0232

052-img_0233

053-img_0234

054-img_0236

055-img_0237

056-img_0240

057-img_0241

058-img_0242

059-img_0244

060-img_0246

061-img_0248

062-img_0252

063-img_0254

 

Fomos até uma ilha onde ficam um monte de focas. Ficamos lá vendo as belezinhas pegando sol, nadando e brincando pertinho de nós.

064-img_0258

065-img_0266

066-img_0270

067-img_0271

068-img_0272

069-img_0280

070-img_0286

071-img_0290

072-img_0293

 

Voltamos então para o continente onde fizemos nosso picnic de almoço

073-img_0295

074-img_0297

075-img_0299

 

Depois de almoçar e relaxar um pouquinho, iniciamos nosso caminho de volta. Estávamos longe e nem sabíamos direito chegar no lugar de devolver os caiaques.

076-img_0301

077-img_0303

078-img_0304

079-img_0309

080-img_0310

081-img_0311

082-img_0314

083-img_0319

084-img_0322

085-img_0323

 

Já na parte final da volta começa a cair uma tempestade que a gente não consegue enxergar um palmo para frente do caiaque que era tudo que a gente precisava para acabar de ferrar tudo!!!

A maré está bem cheia na hora da volta, e o cara que alugou o caiaque já tinha avisado que o cenário seria bem diferente na volta.

Já estava vendo que eu ia ter que estourar um daqueles sinalizadores para o cara ir nos resgatar!!!!

Até que uma hora lá eu vi umas pessoas saindo da água. Não eram as mesmas pessoas que estavam conosco no início, mas até por não ter mais forças para continuar remando, parei por lá mesmo para ver o que ia dar. Por sorte, era o pessoal que tínhamos que encontrar mesmo!!!

Aí voltamos para a loja deles, tomamos um banho lá e seguimos nosso caminho.

086-dsc_0254

087-dsc_0255

 

No caminho uma parada para um sorvete no meio da plantação de maças!

088-img_0081a

089-img_0082a

090-img_0085a

091-img_0087a

092-img_0088a

 

Fomos até Blenheim ainda esse dia, que não é tão pertinho assim de onde estávamos. Era o meio do caminho até Kaikoura, nosso próximo destino.

093-img_0093a

094-img_0091a

 

Lá, pegamos esse céu nos esperando…

095-dsc_0257